Balanced Scorecard em Portugal

Balanced Scorecard em Portugal

Visão e Estratégia

ISBN: 9789727117710
Edição/reimpressão: 11-2006
Editor: Gestão Plus
Código: 116200000007
ver detalhes do produto
17,00€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
17,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Esgotado ou não disponível
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

O presente trabalho utiliza uma linguagem simples e objectiva, procurando identificar e estruturar todo o âmbito que envolve a ferramenta Balanced Scorecard, da seguinte forma:

Capítulo 1 - BSC - Balanced Scorecard

Este capítulo enquadra todos os aspectos teóricos e conceptuais da ferramenta de execução da estratégia organizacional, o Balanced Scorecard. Assim, este capítulo aborda detalhadamente os seguintes pontos:

- Definir o Balanced Scorecard e identificar os motivos do seu surgimento e expansão;
- Identificar as fontes do BSC e definir os seus objectivos e perspectivas;
- Descrever os diferentes níveis de profundidade do BSC e identificar os seus princípios críticos.

Capítulo 2 - BSC - Como implementar (Análise de Caso)

Este 2º capítulo faz uma análise passo a passo do processo de implementação da ferramenta Balanced Scorecard nas organizações, apresentando como exemplo o caso simulado do Banco ABX.
Procuram-se atingir os seguintes objectivos:

- Explicar, utilizando uma simulação de caso, todos os passos necessários para: Planear, Desenvolver e Implementar um projecto de Balanced ScoreCard numa organização;
- Identificar os riscos e problemas associados à implementação de um projecto BSC numa organização;
- Analisar os aspectos do BSC sujeitos a resistência à mudança e quais as formas de a prevenir e combater.

Capítulo 3 - BSC - Ambiente de análise e TIs

No capítulo 3 debatem-se, não a forma nem os conceitos do BSC, mas sim o ambiente tecnológico ideal para implementar uma ferramenta BSC e as tecnologias que darão suporte a esse ambiente de análise.
Assim, a correcta definição da envolvente tecnológica, será fundamental para que a implementação e a exploração do BSC possa ter o sucesso previsto.
Deste modo, os objectivos deste capítulo passam por esclarecer os seguintes aspectos:

- Definir as envolventes tecnológicas de análise de dados que envolvem um projecto de Balanced ScoreCard;
- Identificar o conjunto de ferramentas e sistemas de informação que servem de suporte a um ambiente BSC na medição e análise de objectivos e indicadores de performance;
- Definir e explicar as metodologias utilizadas para converter dados em informação de gestão e em conhecimento fundamentais para o processo de tomada de decisão nas organizações.

Capítulo 4 - BSC - Casos reais em Portugal

Por fim, no quarto e último capítulo deste livro, descrevem-se vários casos reais de implementação do Balanced Scorecard em organizações portuguesas, cuja origem abrange vários sectores da economia nacional. A descrição destes casos é acompanhada por uma análise crítica da autoria dos respectivos gestores BSC, onde se abordam as dificuldades e as soluções adoptadas, bem como os níveis de implementação atingidos e os aspectos a melhorar.
Apresentam-se também neste capítulo 4, os resultados de um inquérito efectuado a um conjunto de organizações de vários sectores da economia nacional, sobre os respectivos níveis de: conhecimento; profundidade e sucesso na implementação da ferramenta Balanced Scorecard.
Assim, os objectivos deste capítulo passam pelo seguinte:

- Explicar as principais diferenças entre BSCs de organizações com fins lucrativos e sem fins lucrativos;
- Fornecer uma imagem do actual estado de implementação da ferramenta BSC nas organizações portuguesas;
- Descrever vários casos reais de implementação do BSC em organizações portuguesas, públicas e privadas;
- Descrever as actividades de entidades facilitadoras do processo de implementação do BSC;
- Descrever os resultados de inquérito realizado sobre os níveis de implementação do BSc nas organizações portuguesas.

Para mais pormenores ver link: www.bscportugal.blogspot.com

Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

"Com a chegada do Balanced Scorecard (BSC) como elemento de suporte à gestão, a estratégia ganha um novo papel na organização, deixando de ser vista apenas como um conjunto de intenções pouco considerado, para se tornar num dos processos centrais da gestão.

A mensagem estratégica passa agora a ter como destino, não apenas uma área executiva e uma elite de gestores, mas sim direccionar-se a todas as unidades da organização e níveis de funcionários, fomentando desta forma uma cultura participativa de conhecimento ("empowerment"), em que todos deverão ter a noção genérica do processo de criação de valor na organização e, mais concretamente, identificarem o seu papel específico neste processo.

Este exercício ou necessidade de rever os elementos estratégicos como pressuposto para iniciar a implementação de um projecto de Balanced Scorecard não poderia, no presente contexto sócio económico português, chegar em altura mais indicada.

Com as empresas nacionais a enfrentarem grandes dificuldades de afirmação num mercado aberto e competitivo, e muitas das vezes, com práticas organizacionais e processos de gestão desactualizados, pouco direccionados para a conveniente gestão de recursos humanos; tecnológicos e de informação, existe a necessidade de analisar e equacionar os pressupostos estratégicos de criação de valor na organização.

O Balanced Scorecard é a ferramenta essencial para efectuar esta revisão estratégica e, principalmente, para concentrar todos os esforços e recursos na sua tradução e execução operacional."

Rui Almeida Santos

DETALHES DO PRODUTO

Balanced Scorecard em Portugal
ISBN: 9789727117710
Edição/reimpressão: 11-2006
Editor: Gestão Plus
Código: 116200000007
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 231 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 220
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Gestão > Gestão e Organização

Licenciado em Gestão e Sistemas de Informação • Especialização em Balanced Scorecard • Ex-Colaborador na Equipa Balanced Scorecard da Direcção de Informática do Grupo Grupo Caixa Geral de Depósitos (Sogrupo SI) • Presentemente integra a equipa de análise financeira e assuntos fiscais da Direcção de Contabilidade da CGD (DCI) • É autor de várias publicações e trabalhos de investigação académica nas seguintes áreas científicas: Gestão Financeira e de Sistemas de Informação, Gestão de Recursos Humanos e Psicossociologia Organizacional.

Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK